Quantcast
  • TV Fronteira
  • Nova 99 FM
Morre, aos 67 anos, o ex-jogador ranchariense Suingue Atleta atuou pela Prudentina, pelo Palmeiras e pelo Corinthians, entre as décadas de 1960 e 1970

16/12/2013 às 12:10

Morre, aos 67 anos, o ex-jogador ranchariense Suingue

Atleta atuou pela Prudentina, pelo Palmeiras e pelo Corinthians, entre as décadas de 1960 e 1970

Do iFronteira
  • O ex-jogador de futebol Álvaro Aparecido Pedro, o Suingue, nasceu em Rancharia (Foto: Reprodução)
Imagem de
Clique na imagem para expandir.

O ex-jogador de futebol Álvaro Aparecido Pedro, o Suingue, morreu neste domingo (15), na cidade de Vitória (ES), aos 67 anos. Ele havia sido submetido, três dias antes, a uma longa cirurgia cardíaca, que durou cerca de 15 horas. O ex-jogador, que atuou como volante, meia e ponta recuado, estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Santa Rita, onde teve uma hemorragia e complicações pulmonares.

Nascido em Rancharia, em 13 de março de 1946, ele jogou, entre as décadas de 1960 e 1970, pela Prudentina, pelo Palmeiras e pelo Corinthians. No Rio de Janeiro, foi atleta do Fluminense e do Vasco da Gama. Antes de encerrar a carreira, atuou também pelo Clube do Remo, do Pará. No Estado do Espírito Santo, trabalhou como árbitro. Em Rancharia, Suingue foi técnico da Associação Atlética Ranchariense, na disputa do Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

Em maio de 1966, Suingue ficou gravemente ferido em um acidente automobilístico no qual morreu o lateral-direito Luiz Carlos Cunha (também ex-Prudentina), do Palmeiras, na época.

Suingue foi casado com Rosiléia Pedro, com quem teve três filhos: Letícia (já falecida), José Roberto e Pâmela. Ele também morou em Curitiba (PR), com uma filha, antes de se mudar para Vila Velha (ES). Entre os principais títulos que conquistou na carreira como atleta, Suingue foi campeão, pelo Palmeiras, do Robertão e da Taça Brasil de 1967 e do Paulistão de 1966.

No alviverde paulista, cujas cores defendeu entre 1966 e 1968, Suingue disputou 75 jogos e fez sete gols. Já no Corinthians, time que defendeu entre 1969 e 1973, o jogador atuou em 137 partidas e marcou 22 gols.


Suingue (segundo, da direita para a esquerda, agachado), no Corinthians (Foto: Reprodução/Uniol)



De ifronteira.com - http://www.ifronteira.com/esporte-futebol-54711

Comentários »

  • Jair 16/12/2013 14h58

    Este jogava muito, foi craque de verdade, lógico que sobrevivia da profissão para sustentar a familia, não entrou no rol dos mercenários de hoje, que só jogam por muito dinheiro "ganância pura". Suingue, sempre será lembrado, o que fica é saudades !

  • Álvaro 17/12/2013 01h44

    Jogou muito, com categoria, tempo de um futebol romantico, atuava com destreza, suave no toque de bola, ídolo dos garotos que o viram jogar. Mito regional, alma pura.

  • Eduardo Bueno dos Santos 25/01/2014 22h21

    Pena que jogou só no corinthians e palmeiras,se jogasse no santos jogaria muito mas muito mais!!!!!!!!!!

  • JOSE GONZAGA FABREGAT 02/08/2014 17h28

    A GENTE SENTE QUE ISTO TENHA ACONTECIDO, MAS É A VONTADE DE DEUS PARA TODOS NÓS. UM DIA SERÁ A NOSSA VEZ TAMBEM. QUE O SWINGUE DESCANSE EM PAZ.

    MAS FALAR DO FUTEBOL DELE É FAZER CHOVER NO MOLHADO. GRANDE CRAQUE, QUE NOS DIAS DE HOJE JOGARIA TRANQUILAMENTE NA SELEÇÃO BRASILEIRA.
    CONHECIA COMO NINGUEM A POSIÇÃO DE MEIO CAMPISTA. DÁ SAUDADES DESSE CARA E DE SEU FUTEBOL REFINADO.

Carregando...

Comente esta notícia »

Este é um espaço para você opinar e debater. Por isso, o iFronteira não publica comentários anônimos, com ofensa à moral ou honra de outrem, nem com palavras de baixo calão. Links externos serão automaticamente excluídos do conteúdo. Os comentários são limitados a 1024 caracteres. Ajude-nos a manter o nível de respeito ao próximo e denuncie o conteúdo que considerar abusivo.

1024 restantes

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
© 2014. Todos os direitos reservados.