Quantcast
  • TV Fronteira
  • Nova 99 FM

Parapuã recebe visita de Luciano Huck para gravação do Lar Doce Lar Maratonista e ex-boia-fria teve carta escolhida para participar de quadro de reforma. Programa deve ir ao ar nos próximos meses

PRÓXIMA

10/04/2013 às 18:02

Parapuã recebe visita de Luciano Huck para gravação do Lar Doce Lar

Maratonista e ex-boia-fria teve carta escolhida para participar de quadro de reforma. Programa deve ir ao ar nos próximos meses

Gabriela Correia
  • Luciano Huck esteve em Parapuã para conhecer a família participante do Lar Doce Lar (Foto: Gabriela Correia/iFronteira)
    Ver galeria
  • Moradores de Parapuã se reuniram para ver a gravação (Foto: Gabriela Correia/iFronteira)
    Ver galeria
  • Produção do Caldeirão do Huck esteve na cidade na manhã desta quarta-feira (10) (Foto: Gabriela Correia/iFronteira)
    Ver galeria
  • Vizinhos procuraram o melhor local para ver o apresentador (Foto: Gabriela Correia/iFronteira)
    Ver galeria
  • Produção do Caldeirão do Huck esteve na cidade na manhã desta quarta-feira (10) (Foto: Gabriela Correia/iFronteira)
    Ver galeria
  • Marlene mora com o marido e dois filhos. Ela já foi boia-fria e agora participa de maratonas (Foto: Gabriela Correia/iFronteira)
    Ver galeria
Imagem de
Clique na imagem para expandir.

A pequena Parapuã, cidade da Alta Paulista com quase 11 mil habitantes, ficou movimentada nesta quarta-feira (10) com a visita da equipe do Caldeirão do Huck. Na ocasião, a maratonista Marlene Fortunato teve sua casa escolhida para participar do quadro “Lar Doce Lar”.

A carta foi escrita pela nora da parapuense. Após ser selecionada pelo programa, ela recebeu a visita de Luciano Huck em sua casa ainda nesta manhã. A rua ficou tomada por moradores, vizinhos e amigos da família.

“Vim torcer para a Marlene, ela é merecedora e estou aqui para ajudar e torcer. Estou até atrasada para o trabalho, mas nunca tem nada aqui e eu não podia perder”, brinca a moradora Natalia de Oliveira.

Atualmente, Marlene mora com o marido e dois filhos. Ela, que já foi boia-fria, passou a correr e a disputar campeonatos desde os 19 anos, época em que se casou. “Meu marido me incentivava a correr porque ele gostava dos troféus, ele brincava que quando eu tivesse 50 troféus, poderia parar de correr”, conta.

Foi através da corrida que a ex boia-fria passou a conquistar seus sonhos. “Na primeira prova que disputei já fiquei em segundo lugar e ainda ganhei um dinheirinho, foi então que me animei e comecei a levar a sério e a treinar”, relata.

Hoje, aos 43 anos, ela confessa que seu ritmo de treino diminuiu, mas que a esperança de crescer nunca morreu. “Quando minha nora escreveu a carta para o programa, eu acreditei que um dia minha hora ia chegar e com muita fé conseguimos, estou muito feliz”, diz Marlene.

No entanto, para que o sonho da reforma fosse concretizado, a família precisou participar de uma prova. O resultado será divulgado nos próximos meses no Caldeirão do Huck e, por enquanto, toda a região fica na expectativa, já que esta é a primeira visita do apresentador ao Oeste Paulista.



De ifronteira.com - http://www.ifronteira.com/imais-variedades-47383

Comentários »

  • gilberto 13/04/2013 12h15

    Eu tamben estou presisando. Terminar minha. Casa so tenho dois comodos feito. Doce. Lar aqui me. Ajudaria. Muito

  • Paulo 13/04/2013 17h50

    Na boa Gilberto. Se você mandar uma carta pro Luciano com esse português seu. Ele vai pensar que você quer ir pro Ensino Fundamental e não ganhar uma casa nova :-).. não da pra entender quase nada.. Frase pela metade kkkkkkkk

  • Larissa 01/05/2013 09h59

    QUERIDO PAULO, PARE DE JULGAR AS PESSOAS.. NINGUÉM É OBRIGADO A SABER DE ND !!
    Aposto que Gilverto sabe de coisas que vc não tem a menor ideia do que é ou de como funciona !!

  • Edvaldo Catossi / 05.05.2013 05/05/2013 13h01

    boa tarde!

    Equipe do caldeirão do Huck, vocês estão de parabéns, o (LAR DOCE LAR DE PARAPUÃ) estava lindo, só um item que fiquei preocupado, a equipe que estava construindo a casa nenhum excutam suas atividades com segurança, (OS COLABORADORES NÃO USAM: JULGULAR NO CAPACETE, ÓCULOS DE PROTEÇÃO, PROTETOR AURICULAR CONTRA RUÍDO, LUVAS DE PROTEÇÃO, MÁSCARA CONTRA POEIRA), para mim que sou técnico de segurança do trabalho é preocupante, pois um quadro tão bonito esse LAR DOCE LAR.
    Não sei como fazer essa mensagem chegar até a produção, mais isso é preocupante, essa equipe tem que ter um mínimo de segurança dentro da sua área de trabalho.
    Att

    Edvaldo Catossi

  • Regiane Souza 05/05/2013 17h11

    Sou parapuense estou muito feliz po ela , parabéns Marlene por mais essa vítória.

  • samaria sandra lima de oliveira 18/05/2013 20h28

    luciano estou escrevendo muito emocionada,porque so voçe para realizar o meu sonho,e a reforma do meu apartamento,que eu ganhei da prefeitura,eu tinha uma casinha de um comodo e eu dividia c o quarda roupa,ai a prefeitura derrupor,eu fiquei no aluguel da prefeitura por 2 anos e agora eu vou receber o apartamento em junho,e o meu sonho e reformar,mais nao tenho condiçoes de reforma,e poriço que eu creio em Deus que voçe vai ler e voçe vai realizar o meu sonho e da minha familia,Deus te abençoe sempre,se todas as pessoas fosse iqual a voçe o brasil era muito melhor,sou uma pessoa simples luto para consegui os meus objetivo,ja sofri muito na minha vida,mais nunca disiste dos meus sonho bj

  • Neide Viana Custodio 24/06/2013 16h13

    Gilberto se tivesse ao meu alcance conserteza te ajudaria, mas o que quero te falar é sobre o Paulo, não de a mínima pelo que ele fala, ele sim é um coitado.

    Gilberto continue assim, é na humildade que Deus opera

  • marci simonia da silva 20/07/2013 17h58

    OI!!!Luciano estou escrevendo esta mensagem muito emocionada porque so voce pode me ajuda tenho uma afilhada que tenho muito amor por ela e ela nao tem onde mora a mae dela paga aluguel,tem a loja de artesanato na frente e logo atras tem um comodo pegueno onde ela dorme com a mae o padastro nesse comodo a varias coisas tipo fogao,cama,armario nao tem geladeira nao tem pia pra lavar as louças tem que descer uma escadinha que vai para a a oficina para lavar as louças.tenho muita do dela ela e uma menina muito educada e trabalhadeira,alem disso ela passa mal de bronquite
    Luciano mi ajuda a ajuda ela!
    OBRIGADO!

Carregando...

Comente esta notícia »

Este é um espaço para você opinar e debater. Por isso, o iFronteira não publica comentários anônimos, com ofensa à moral ou honra de outrem, nem com palavras de baixo calão. Links externos serão automaticamente excluídos do conteúdo. Os comentários são limitados a 1024 caracteres. Ajude-nos a manter o nível de respeito ao próximo e denuncie o conteúdo que considerar abusivo.

1024 restantes

© 2014. Todos os direitos reservados.