Quantcast
  • TV Fronteira
  • Nova 99 FM
Temporal deixa rastro de destruição em Regente Feijó Chuva de granizo e vendaval atingiram a cidade na madrugada desta quarta-feira (2) e causaram prejuízos a pelo menos 200 famílias

02/10/2013 às 09:24

Temporal deixa rastro de destruição em Regente Feijó

Chuva de granizo e vendaval atingiram a cidade na madrugada desta quarta-feira (2) e causaram prejuízos a pelo menos 200 famílias

Gelson Netto
  • Quedas de árvores causaram estragos durante a madrugada desta quarta-feira (2) em Regente Feijó (Foto: Cedida/Enrique Gervazoni)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal deixou um rastro de destruição no município de Regente Feijó (Foto: Cedida/Assessoria de Imprensa/Prefeitura)
    Ver galeria
  • Temporal que atingiu Regente Feijó durante a madrugada desta quarta-feira (2) deixou um rastro de destruição (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
    Ver galeria
  • Temporal que atingiu Regente Feijó durante a madrugada desta quarta-feira (2) deixou um rastro de destruição (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
    Ver galeria
  • Temporal que atingiu Regente Feijó durante a madrugada desta quarta-feira (2) deixou um rastro de destruição (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
    Ver galeria
  • Temporal que atingiu Regente Feijó durante a madrugada desta quarta-feira (2) deixou um rastro de destruição (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
    Ver galeria
  • Temporal que atingiu Regente Feijó durante a madrugada desta quarta-feira (2) deixou um rastro de destruição (Foto: Reprodução/TV Fronteira)
    Ver galeria
Imagem de
Clique na imagem para expandir.

Um temporal que atingiu Regente Feijó na madrugada desta quarta-feira (2) deixou um rastro de destruição na cidade, com diversos casos de quedas de árvores e destelhamentos de casas.

Com chuva de granizo e vendaval, a tempestade ocorreu por volta das 2h e também deixou a cidade sem energia elétrica.

De acordo com a assessora de Planejamento da Prefeitura, Solange Malacrida, os principais pontos afetados pela destruição foram os conjuntos habitacionais Felipe Antenor Malacrida e Nosso Teto 1, 2 e 3, além do Jardim Regina.

A Prefeitura estima, inicialmente, que pelo menos 200 famílias tenham sofrido prejuízos e já acionou o serviço de assistência social para prestar-lhes ajuda. Além disso, conforme Solange Malacrida, o município também vai acionar a Defesa Civil do Estado de São Paulo para buscar auxílio e ainda avalia a decretação de estado de emergência, devido às consequências do temporal.

“A tempestade foi muito rápida, mas muito forte”, salientou a assessora de Planejamento do Poder Executivo.

A Prefeitura precisou locar um guindaste para retirar uma grande árvore que caiu em frente ao Centro de Saúde.

“O estrago foi grande, mas nós vamos atuar, enquanto tivermos possibilidade. Toda a minha equipe está atuando frente às dificuldades. Vamos prestar socorro às famílias, para não as deixar desabrigadas, em tudo o que estiver em nossa alçada”, afirmou o prefeito Marco Antônio Pereira da Rocha (PSDB).

Segundo ele, a cidade nunca registrou um temporal com essa proporção de estragos. “A chuva durou um período curto, mas com pedras. Árvores enormes caíram sobre a rede de alta tensão”, salientou Rocha.



De ifronteira.com - http://www.ifronteira.com/noticia-regiao-52975
Carregando...

Comente esta notícia »

Este é um espaço para você opinar e debater. Por isso, o iFronteira não publica comentários anônimos, com ofensa à moral ou honra de outrem, nem com palavras de baixo calão. Links externos serão automaticamente excluídos do conteúdo. Os comentários são limitados a 1024 caracteres. Ajude-nos a manter o nível de respeito ao próximo e denuncie o conteúdo que considerar abusivo.

1024 restantes

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
© 2014. Todos os direitos reservados.