Quantcast
  • TV Fronteira
  • Nova 99 FM
publicidade
Andinho é levado para o Regime Disciplinar Diferenciado, em Bernardes Transferência, solicitada à Justiça pelo Ministério Público Estadual, contou com forte esquema de segurança, na tarde desta segunda-feira (11)

11/11/2013 às 16:40

Andinho é levado para o Regime Disciplinar Diferenciado, em Bernardes

Transferência, solicitada à Justiça pelo Ministério Público Estadual, contou com forte esquema de segurança, na tarde desta segunda-feira (11)

Do iFronteira
  • Wanderson Nilton de Paula Lima, o Andinho, foi transferido na tarde desta segunda-feira (11) para o Centro de Readaptação Penitenciária (CRP) de Presidente Bernardes (Foto: Heloise Hamada/iFronteira)
    Ver galeria
  • Wanderson Nilton de Paula Lima, o Andinho, foi transferido na tarde desta segunda-feira (11) para o Centro de Readaptação Penitenciária (CRP) de Presidente Bernardes (Foto: Heloise Hamada/iFronteira)
    Ver galeria
  • Wanderson Nilton de Paula Lima, o Andinho, foi transferido na tarde desta segunda-feira (11) para o Centro de Readaptação Penitenciária (CRP) de Presidente Bernardes (Foto: Heloise Hamada/iFronteira)
    Ver galeria
  • Wanderson Nilton de Paula Lima, o Andinho, foi transferido na tarde desta segunda-feira (11) para o Centro de Readaptação Penitenciária (CRP) de Presidente Bernardes (Foto: Heloise Hamada/iFronteira)
    Ver galeria
Imagem de
Clique na imagem para expandir.

O sequestrador Wanderson Nilton de Paula Lima, o Andinho, foi transferido na tarde desta segunda-feira (11) para o Centro de Readaptação Penitenciária (CRP) de Presidente Bernardes, presídio de segurança máxima onde funciona o Regime Disciplinar Diferenciado (RDD).

Ele estava na penitenciária 2 de Presidente Venceslau e a remoção do preso contou com forte esquema de segurança. A ida de Andinho para o RDD faz parte de uma série de pedidos encaminhados pelo Ministério Público Estadual (MPE) à Justiça para o isolamento das principais lideranças do crime organizado que se encontram encarceradas nas penitenciárias paulistas.

As investigações da Promotoria apontaram, por meio de interceptações telefônicas, que, mesmo dentro das cadeias, os líderes continuam a se articular para a prática de crimes.



De ifronteira.com - http://www.ifronteira.com/noticia-regiao-54051
Carregando...

Comente esta notícia »

Este é um espaço para você opinar e debater. Por isso, o iFronteira não publica comentários anônimos, com ofensa à moral ou honra de outrem, nem com palavras de baixo calão. Links externos serão automaticamente excluídos do conteúdo. Os comentários são limitados a 1024 caracteres. Ajude-nos a manter o nível de respeito ao próximo e denuncie o conteúdo que considerar abusivo.

1024 restantes

publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade
© 2014. Todos os direitos reservados.